Allan Vasco Napoli (Getty Images)

Mercado da Bola: Phillipe Coutinho e Alan na mira da Inglaterra e podem aliviar os cofres do Vasco

Por VASCONET: Phillipe Coutinho e Alan podem ser, a princípio, os grandes alívios nos cofres do Vasco da Gama. Os dois atletas foram formados, em parte, pelo Vasco da Gama e o clube faturaria entre 2,25% e 2,5% das negociações milionárias.

É que, recentemente, Alan foi especulado pelo Everton, em negócio que pode render mais de R$ 10 milhões aos cofres de São Januário.

Alan na mira do Everton, pode render milhões ao Vasco

Carlo Ancelotti e o Everton estariam dispostos a desembolsar muita grana para pode treinar Allan na Inglaterra. O atleta que foi campeão da Copa do Brasil de 2011 pelo Vasco, jogando na lateral, tornou-se um dos principais meio-campistas de armação do mundo.

Com passagens pela seleção, Alan estaria ‘valendo’ em torno de R$416 milhões (segundo fontes internacionais) e um negócio desta monta, aliviaria em muito os cofres, não só do Vasco, mas também do Madureira.. Mas quanto o Vasco ganharia com o mecanismo de solidariedade, por formar o atleta?

Quando o Alan e Coutinho podem render ao Vasco?

O Vasco detém cerca de 50% dos direitos de formação do atleta e, a outra metade, do Madureira. Ou seja, se a venda do atleta, atualmente no Nápoli for mesmo concretizada, os dois clubes receberiam mais de R$ 10 milhões cada. Nada mal…Alan está na Nápoli desde 2015.

Phillipe Coutinho (MRNews)
Phillipe Coutinho (MRNews)

Já Felipe Coutinho é outro que pode pintar, na próxima janela de transferências, na Inglaterra. Xodó da torcida do Liverpool, ele estaria sendo disputado por vários clubes, desde o Campeão Mundial de 2019, até o próprio Everton, que está em busca de inteligência para seu meio de campo.

Chegou-se a falar que o Barcelona só o liberaria por algo em torno de R$ 1 bi, mas, é possível que o atleta, que não será comprado pelo Bayern e também não será aproveitado pelo Barça, possa ser vendido por cerca de metade ou um pouco mais deste valor. Seria outro alívio para o Vasco, uma vez que o clube detém 2,25% dos direitos econômicos de formação do atleta. Desta forma, o Vasco poderia faturar, também, mais de R$ 10 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *